Retrospectiva 2011: Democratas em defesa do cidadão

O ano de 2011 foi especial para o Democratas. O partido se firmou no Congresso Nacional como uma grande força da Oposição. Conseguiu mais uma vitória contra o aumento de impostos, varrendo do mapa a volta CPMF, adiou a elevação das alíquotas do IPI, encabeçou a bandeira contra a corrupção no governo federal, e por fim, reconduziu o presidente José Agripino para comandar o partido nacionalmente elegendo uma nova Executiva comprometida a levar os princípios e bandeiras do partido Brasil afora.

"O partido ficou com a sua essência. Quem permaneceu no Democratas - a maioria de seus líderes - ficou com o prestígio e a história" afirma o presidente José Agripino.

O partido se reorganizou em várias regiões do País com a presença do presidente José Agripino e, em todas elas, conseguiu um número significativo de novos filiados, que passaram a compor os novos diretórios democratas. Santa Catarina, Pará, Rio Grande do Norte, Mato Grosso e Bahia só para citar alguns, foram estados onde o movimento de filiação foi exitoso.

E na última semana, o Democratas apresentou ao País as suas propostas no programa de TV em rede nacional. Um sucesso.

Acompanhe os principais fatos que marcaram o ano de 2011 para o Democratas!

 

 

Convenção elege José Agripino presidente do Democratas

Por aclamação, o senador José Agripino foi reconduzido à presidência do Democratas. A convenção ocorreu dia 6 de dezembro, em Brasília. Escolhido para comandar o partido até o final de 2014, Agripino lembrou que o Democratas é formado por pessoas que acreditam na força das ideias, muito além das conveniências a curto prazo."Somos um partido que defende o prestígio do capital privado, o respeito à propriedade como forma de se garantir a segurança jurídica do Brasil no plano internacional. Também temos autoridade moral para combater a corrupção, porque não convivemos com aimprobidade",afirmou. Segundo o presidente do Democratas, a meta é eleger um número maior de prefeitos em 2012 e, em 2014, obter mais cadeiras na Câmara dos Deputados. "Não tenho dúvidas de que temos chance real de eleger inúmeras prefeituras, principalmente nas capitais. Nossa meta é aumentar de tamanho e disputar a Presidência da República. Esse é o papel que o Brasil espera de nós!", acrescentou. Em Brasília especialmente para o encontro, a governadora do Democratas, Rosalba Ciarlini, ressaltou que o partido só obteve êxitos como o ocorrido no Rio Grande do Norte devido ao trabalho sério, ético e honesto que tem mostrado à população. "Não podemos nos esquecer do nosso passado. Obstáculos existem, mas somos hoje o ponto de equilíbrio da democracia deste País", disse. A Convenção elegeu o deputado Onyx Lorenzoni (RS) como novo secretário-geral do partido e a deputada Professora Dorinha (TO) a nova presidente do Democratas Mulher.

 

Mais uma luta pelo fim da CPMF

Coerente com sua ação em busca de uma estrutura tributária mais simples e racional, o líder na Câmara, ACM Neto (BA), cumpriu seu dever ao propor e fazer aprovar destaque que retirou da Emenda 29 a base de cálculo da Contribuição Social para Saúde (CSS), sepultando de vez qualquer possibilidade de criação de um novo imposto. No Senado, os parlamentares Democratas também se posicionaram contra a criação de um novo tributo e varreram a volta da CPMF para fora do mapa do país!

 

Democratas barra aumento de impostos

Uma vitória do consumidor assegurada pelo Democratas. Atendendo a uma Ação Direta de Inconstitucionalidade impetrada pelo partido, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de carros importados decretado em setembro. A corte entendeu que o governo não concedeu o prazo de 90 dias entre o anúncio e o aumento das alíquotas, conforme determina a lei. A decisão foi por unanimidade. O relator da ação, ministro Marco Aurélio Mello, considerou procedente a iniciativa. Ao determinar o aumento em até 30 pontos percentuais na alíquota do IPI dos automóveis com menos de 65% de componentes nacionais, o governo agrediu a economia e o consumidor. Ao invés de proteger a indústria, a medida teve como única consequência palpável o aumento do preço dos carros nacionais, em até 20%. “Sou a favor da indústria nacional, mas com políticas públicas adequadas como a diminuição da carga tributária, a queda dos juros e não com a penalização do consumidor”, afirma Mendonça Filho, autor do projeto de Decreto Legislativo para sustar o aumento do IPI.

 

Batalha contra a corrupção

O Democratas armou barricadas contra o festival de denúncias de corrupção no governo federal. Esteve sempre atento aos desdobramentos dos casos, exigindo explicações dos envolvidos e mobilizando a sociedade. No Congresso, lançou a campanha para a criação da CPI da Corrupção e iniciou a coleta de assinaturas. Em Porto Alegre, o deputado Onyx Lorenzoni deu início ao primeiro ato público do Movimento pela Moralidade na Política. “Não vamos ficar apenas no discurso. Estamos saindo às ruas, conversando com as pessoas, e em Porto Alegre, o sentimento da grande maioria é que o Democratas está no caminho certo ao cobrar a instalação de uma CPI para investigar as denúncias de irregularidades no governo federal”, disse. Em um ano de governo, a gestão da presidente Dilma Rousseff foi ofuscada pela impressionante lista de escândalos que derrubaram seis ministros até dezembro. O modelo promíscuo de loteamento de cargos públicos sustentado durante nove anos instalou a corrupção em toda estrutura da administração pública.

 

De olho nas promessas do governo

O governo da presidente Dilma Rousseff completou um ano, mas nem passou perto de cumprir a grande maioria das promessas previstas para 2011. Levantamento do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) do Democratas mostrou que foram raros os programas do governo que alcançaram 10% do previsto nos planos oficiais. Em alguns casos não chegaram a 1% do propagado na última campanha eleitoral. O Minha Casa Minha Vida, por exemplo, recebeu apenas R$ 3,5 milhões do Orçamento Geral da União até o final de setembro. Outra meta da presidente Dilma era construir 2.883 postos de polícia comunitária até 2014, o equivalente a 720 por ano. O investimento previsto era de R$ 1,6 bilhão para 2011. Mesmo assim, esse valor é alto se comparado com o efetivamente liberado até setembro: nenhum Real. Os levantamentos do Siafi do Democratas mostram a importância de um partido político fazer oposição no País. O Democratas, coerente com seu papel de partido de oposição fiscalizadora, acompanha de perto as promessas de Dilma Rousseff, apontando os erros e mostrando as soluções. Na Câmara, líder ACM Neto lançou uma página na internet para acompanhar todas as promessas da presidente na campanha.

 

Conectado com valores dos brasileiros

Levantamento encomendado pelo Democratas e pela Fundação Liberdade e Cidadania ao instituto GPP, no mês de agosto, revelou que grande parte do eleitorado brasileiro possui valores com viés conservador. A pesquisa mostrou também que há uma base de posicionamento que pode ser convergente com os Democratas, a partir de uma agenda que inclui combate à corrupção, luta contra impostos, mais segurança e estabilidade econômica. "Democratas tem que reforçar que é um partido de valores, aqueles que são majoritários na sociedade, que é conservadora", argumentou o presidente da Fundação Liberdade e Cidadania, José Carlos Aleluia. De acordo com a sondagem, o brasileiro é massivamente contra a liberação do uso da maconha (81%) e contra a legalização do aborto (77%). O eleitor também quer que os jovens entre 16 e 18 anos que cometam crimes sejam julgados como adultos (90%).

 

Boas Festas!

Aos amigos democratas,

Feliz Natal e um 2012 repleto de grandes realizações!

São os votos da equipe de Comunicação do Democratas.

« Voltar para o índice

Para retirar seu e-mail da lista clique aqui.

Você recebeu este e-mail porque foi registrado em http://www.democratasinforma.org.br para receber o boletim informativo do DEMOCRATAS.
Se esta newsletter for bloqueada, adicione contato@democratasinforma.org.br aos seus contatos. Vejas as edições anteriores.
Envie este boletim para um amigo. Filie-se ao partido.

© 2008-2017, DEMOCRATAS. Todos os direitos reservados.
#