Viva o Rio, viva o Brasil e viva o Democratas!

Prezado amigo filiado,

Prezada amiga filiada,


A vitória do Rio para a realização das Olimpíadas 2016 é resultado de muita luta, muita persistência, visão política e competência administrativa do Democratas. É isso mesmo, podemos encher o peito de orgulho e celebrar! Esta é uma história que sei de cor e salteado. Foi Cesar Maia, ex-prefeito do Rio, que enxergou, batalhou e viabilizou esta vitória maravilhosa para o Rio, para o povo fluminense, para o Brasil e, sobretudo, para nós, todos os Democratas.

Tudo começou em abril 1993, quando João Havelange, então presidente da FIFA, e o empresário Roberto Marinho, das Organizações Globo, sugeriram ao então prefeito Cesar Maia que se inscrevesse o Rio para as Olimpíadas. "Mas era necessário persistir, pois o Rio não seria escolhido em uma vez", contou Cesar Maia na coluna que publicou na Folha de S. Paulo, semana passada.

As primeiras tentativas não deram certo mas, em 2002, com a escolha do Rio para sede do Pan-2007, a cidade voltou a apresentar a candidatura para 2012, sob a gestão do Comitê Olímpico Brasileiro e com a sustentação da Prefeitura, então sob comando de Cesar Maia.

"Em 2004, outra decepção: o Rio foi eliminado na preliminar", lembrou Cesar Maia na Folha, explicando as alegações: os patrocinadores não poderiam correr riscos com projetos de papel e o Rio deveria aproveitar o Pan-07 e mudar seu escopo. Os equipamentos teriam que deixar o nível dos Jogos Panamericanos e passar a ser equipamentos de nível olímpico. E as consultorias de planejamento e de segurança deveriam ter experiência em Jogos Olímpicos.

O prefeito e sua equipe foram à luta e fizeram do Pan a grande vitrine para garantir a vitória do Rio para as Olimpíadas 2016. Deu certo. E todos nós ganhamos. E o governo federal, não entrou? "O governo federal entrou, de fato, no segundo semestre de 2006, com os sinais de reeleição", relatou Cesar Maia na Folha, assinalando, porém, que o êxito do Pan é que foi fundamental para dar segurança aos dirigentes do Comitê Olímpico e aos patrocinadores dos jogos a respeito da nossa capacidade de realização das Olimpíadas de 20016.

É com imensa alegria que envio a você filiado, e a você, filiada, saudações olímpicas e além de um forte abraço,

 

Onyx: Governo impede investigação de repasses ao MST

O governo pressionou e conseguiu que integrantes da base aliada da Câmara retirassem as assinaturas necessárias para a criação da CPMI do MST, com o objetivo de investigar o repasse de recursos públicos ao MST e outras entidades. Dessa forma, o número de apoio à criação da comissão fechou em 168, ou seja, três a menos do que o necessário. "Houve uma pressão fortíssima do governo sobre os deputados da base para que eles retirassem a assinatura. Essa manobra mostra que existe um conluio entre o MST e o governo Lula", declarou o deputado e autor do requerimento de instalação da comissão na Casa, Onyx Lorenzoni (RS). "Lamentavelmente por meio dos favores do rei muitos rasgaram o seu compromisso com o agronegócio e com o povo brasileiro. O futuro desses políticos será julgado nas urnas do ano que vem", acrescentou. O deputado declarou que a busca de assinaturas não está encerrada e que os deputados vão apresentar um novo pedido de abertura da CPI.

 

Geriatria em cursos de medicina vai beneficiar idosos, afirma Agripino

A Comissão de Educação (CE) aprovou, nessa terça-feira (29), projeto do senador José Agripino (RN) que torna a cadeira de Geriatria disciplina obrigatória nos cursos de Medicina no Brasil. "A matéria não cria ônus, apenas facilidade para os idosos do nosso país", afirmou o autor do projeto. A proposta segue para a Câmara dos Deputados. Hoje, de acordo com a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia , existem no Brasil apenas 542 médicos especializados na área para atender uma demanda de 20 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Seria um geriatra para cada grupo de 30 mil idosos. "O rápido crescimento dos idosos é um fato incontestável e o país não está aparelhado de forma digna para acolhê-los. O projeto, com certeza, vai minorar a necessidade crescente desse problema que vivemos", ressaltou Agripino.

 

Marco Maciel defende fundo de assistência para municípios

O senador Marco Maciel (PE) informou que está em análise na Comissão de Constituição, Justiça (CCJ) projeto de sua autoria que autoriza o Poder Executivo a criar o Fundo de Assistência Financeira Emergencial aos Municípios (Fafem). O objetivo da proposta, destacou o senador, é compensar as perdas nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios que venham a ocorrer no período de 2009 a 2011. O senador afirmou que o Fafem vai compensar essas perdas, permitindo que os municípios possam cumprir seus compromissos. Com a finalidade de garantir que os municípios não sejam prejudicados, a proposta (PLC 137/09) prevê acompanhamento das perdas pelo Tribunal de Contas da União. "Que possamos criar condições para um desenvolvimento mais homogêneo no nosso país", defendeu o senador, afirmando que isso só irá ocorrer quando houver uma melhor distribuição dos recursos, hoje centralizados pela União.

 

Solange quer explicações sobre a liberação de voos em Jacarepaguá

A deputada Solange Amaral (RJ) apresentou, à Mesa da Câmara dos Deputados, requerimento de informação cobrando da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) explicações para a liberação de vôos no aeroporto de Jacarepaguá (RJ). A autorização para que o aeroporto comece a operar foi denunciada pelo jornal O Globo na última quarta-feira (23). "Entre as questões que enviamos à ANAC, diz respeito a quantas inspeções a agência já realizou no aeroporto de Jacarepaguá", ressaltou Solange. Para a democrata, consentir com a expansão das operações comerciais em Jacarepaguá, região que se desenvolve em ritmo acelerado, implica grandes e desnecessários riscos à população local.

 

DEM prorroga mandatos das Executivas

A Comissão Executiva Nacional do Democratas decidiu, por unanimidade, prorrogar por um ano os mandatos de suas Executivas Municipais, Estaduais e a Nacional com o objetivo de fortalecer o partido para as eleições de 2010. A proposta do líder do Democratas, senador José Agripino foi apresentada nessa quinta-feira na reunião da Executiva. Com a decisão, as Convenções Partidárias vão ocorrer em 2011.

 

Leitura Dinâmica

Nações Unidas e democracia - Marco Maciel, O Estado de S. Paulo

JJOO 2016 - Cesar Maia, Folha de S. Paulo

Movimentos pré-eleitorais ou pré-eleitoreiros? - Guilherme Campos

« Voltar para o índice

Para retirar seu e-mail da lista clique aqui.

Você recebeu este e-mail porque foi registrado em http://www.democratasinforma.org.br para receber o boletim informativo do DEMOCRATAS.
Se esta newsletter for bloqueada, adicione contato@democratasinforma.org.br aos seus contatos. Vejas as edições anteriores.
Envie este boletim para um amigo. Filie-se ao partido.

© 2008-2017, DEMOCRATAS. Todos os direitos reservados.
#