A juventude é insubstituível!

Prezada amiga filiada,

Prezado amigo filiado,

Quero pedir que todos vocês façam uma reflexão séria a respeito da fraude dos exames do ENEM. Muitas coisas, nos últimos tempos, me deixaram indignado, mas este caso quase me tirou do sério. Estou impressionado com mais este marco de incompetência e de desrespeito do governo do PT com a juventude do nosso país.

Nada menos que 4,5 milhões de estudantes se preparavam para fazer o exame. Todos dependiam dos resultados para garantir acesso às universidades e ao mercado do trabalho. O governo, no entanto, não teve a menor cautela e falhou miseravelmente na sua responsabilidade, no seu dever de assegurar oportunidades iguais para todos.

A fraude adiou planos, limitou sonhos e destruiu esperanças. Fiquei pensando que os jovens já enfrentam inúmeras dificuldades como a falta crônica de oportunidades de acesso ao mercado de trabalho, além da ausência de uma política nacional de segurança. Na periferia das grandes cidades, eles são os principais alvos do crime organizado.

Como podemos manter o entusiasmo e a confiança em um cenário devastador como esse? Temos de renovar valores como a honestidade e a crença no futuro. Logo ali adiante podemos passar nosso país a limpo. E precisamos lutar, com força, contra a desesperança. Um país só avança quando pode contar com a fé, a confiança e o entusiasmo dos seus jovens. A juventude é insubstituível!

É isso, um forte abraço,

 

Caiado: Governo confisca restituição do Imposto de Renda

O líder do Democratas, deputado Ronaldo Caido (GO) criticou o governo federal que confirmou o atraso no pagamento das restituições dos lotes do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2009 para compensar parte da queda de arrecadação de tributos neste ano. "Sem caixa, governo segura restituições. Isso quer dizer o quê? Que aquele dinheiro que a classe média brasileira ia receber deverá ser pago apenas no ano que vem, no primeiro trimestre. É um confisco da poupança, como foi à época do Governo Collor", disse. O líder declarou que o confisco se deve ao excesso de gastos do governo, que se preocupa apenas em fazer campanha antecipada das eleições de 2010. "O governo quer sempre aparecer no mundo como o salvador de outros países, enquanto a situação interna é caótica. Emprestou ao FMI R$20 bilhões, apoiou as montadoras e o sistema financeiro durante a crise, e não tem dinheiro para repassar aos municípios e pagar a restituição do imposto de renda, que é direito do contribuinte? Como explicar isso para o cidadão? A classe média precisa reagir".

 

Agripino: Posição do Brasil no IDH é jato de água fria

A 75º posição do Brasil no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) foi um verdadeiro jato de água fria sobre o anúncio do Rio de Janeiro sediar as Olimpíadas de 2016, afirmou o senador José Agripino (RN). Nessa segunda-feira (5), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) divulgou o novo ranking do IDH, com base em informações do ano de 2007. Segundo o órgão, o Brasil perdeu cinco posições - de 70°, em 2008, para 75°, neste ano. O indicador reuniu dados sobre riqueza, educação e expectativa de vida. "Foi um jato de água fria sobre as Olimpíadas e uma provocação de despertar para a discussão, para o fato de que precisamos melhorar nossa saúde e educação", frisou o líder democrata. A melhor posição do Brasil no ranking divulgado pelo Pnud foi no ano de 1995, na 63a posição. "O IDH anunciado traduz o que é perverso: o Brasil continua sendo o sétimo país mais desigual do mundo, em distribuição de renda. Continuamos patinando e crescendo muito menos que países como Argentina, Chile, Venezuela", afirmou.

 

Oposição conquista apoio para CPI do MST

Os partidos de oposição devem reapresentar à Mesa do Congresso Nacional na próxima terça-feira requerimento para criação de comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) destinada a investigar o repasse de recursos públicos por meio de organizações não governamentais (ONGs) e ações violentas atribuídas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O deputado Onyx Lorenzoni (RS), responsável pela coleta de assinaturas na Câmara, informou hoje que a proposta já conta com a adesão de 172 deputados e de 33 senadores e deve receber ainda outras assinaturas. Para que a CPMI seja instalada, são necessárias pelo menos 171 assinaturas na Câmara e 27 no Senado. Onyx criticou a postura do governo e indagou se os membros do MST farão campanha para os partidos governistas. "O MST faz chantagem com o governo. Então temos hoje um governo que cede à chantagem de grupos paramilitares e clandestinos. Tudo isso é missão e dever do Parlamento investigar", afirmou o deputado.

Saiba mais

 

Câmara vai fiscalizar os gastos das Olimpíadas no Rio

A deputada Solange Amaral (RJ) apresentou nesta segunda-feira, 5, requerimento à Mesa Diretora da Câmara pedindo a criação de uma comissão suprapartidária para acompanhar a organização e os investimentos que serão feitos no Rio de Janeiro para a realização dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos em 2016. A deputada argumenta que essa comissão terá um papel importante ao acompanhar todas as decisões do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). "Queremos ser uma força auxiliar para que os Jogos não sejam apenas um espetáculo, mas um evento que deixe um grande legado para o Rio de Janeiro e para o Brasil." Segundo Solange Amaral, é preciso assegurar que os recursos liberados para as obras e para a organização dos Jogos não sejam desviados. "É preciso assegurar que os recursos tenham destinos corretos e a transparência seja uma constante na organização", defendeu.

 

Aleluia: Governo aumenta valor da conta de luz através de MP

A base governista aprovou nesta terça-feira (6) proposta que pode aumentar em cerca de 2% o valor da conta de luz dos brasileiros. O aumento da tarifa, segundo o vice-líder do Democratas, deputado José Carlos Aleluia (BA), está maquiado no artigo 6º da Medida Provisória (MP) 466/09, aprovada durante a sessão. A proposta altera as regras do subsídio concedido à geração de energia por termelétricas nos estados da Região Norte. "Essa é a MP do aumento da conta de luz. É uma medida impopular que o governo aproveita desconhecimento de grande parte dos parlamentares sobre o assunto para aprová-la. O governo está com uma política energética fora do controle", denunciou Aleluia. Segundo ele, o DEM tentou evitar a aprovação integral do artigo com a criação de uma emenda que transferia a compensação da perda de receita dos Estados para o Tesouro Nacional, sem prejuízo aos consumidores. Apesar da iniciativa, o texto foi derrubado pela base do governo.

 

Leitura Dinâmica

Ao povo o que é do povo - Paulo Bornhausen, Folha de S. Paulo

Nações unidas e Democracia - Marco Maciel, Correio Braziliense

Segurança e meio ambiente - Rodrigo Maia, Diário de Petrópolis

Atomizar, polarizar - Cesar Maia, Folha de S. Paulo

 

« Voltar para o índice

Para retirar seu e-mail da lista clique aqui.

Você recebeu este e-mail porque foi registrado em http://www.democratasinforma.org.br para receber o boletim informativo do DEMOCRATAS.
Se esta newsletter for bloqueada, adicione contato@democratasinforma.org.br aos seus contatos. Vejas as edições anteriores.
Envie este boletim para um amigo. Filie-se ao partido.

© 2008-2017, DEMOCRATAS. Todos os direitos reservados.
#