Democratas: o Brasil no rumo certo

Prezado filiado,

Prezada filiada,

A imprensa olha com mais insistência para nós que somos políticos. É natural. Temos de nos esforçar para estar à altura das necessidades e das urgências da maioria da população.

O que não devemos é ficar irritados com as cobranças e pensar que vamos resolver os problemas com limites à liberdade da imprensa. Se perdermos liberdades, aí sim é que o drama da nossa gente será completo.

Temos de lembrar ainda que a Constituição não é envelope, não podemos enfiar lá o que este ou aquele grupo acha mais a conveniente. O texto constitucional é produto de um grande consenso nacional.

No caso do Brasil, nossa Constituição defende valores democráticos e nos aproxima do lado do mundo onde se vive melhor. E onde temos de continuar para seguir avançando.

Neste ano de eleições temos de refletir muito sobre nossas conquistas democráticas porque um dos lados da disputa, o do governo, emite sinais claros de que não tem apreço pela convivência democrática.

O rumo da Oposição é o contrário: defendemos a democracia como condição do nosso desenvolvimento. É isso, um forte abraço e até a semana que vem.

 

Democratas participam de passeata em defesa do Rio

A deputada federal Solange Amaral (RJ), presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Estados e Municípios Produtores de Petróleo, participou nesta quarta-feira (17) da passeata "Em Defesa do Rio" ao lado do deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ), pré-candidato ao Governo do Estado do Rio de Janeiro pela coligação DEM-PSDB-PPS-PV. Marcaram presença também o presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia e o vereador Carlo Caiado (DEM-RJ). Eles protestaram contra a redução dos recursos dos royalties para Rio de Janeiro. A deputada acredita que a questão foi conduzida de forma errada. "Houve muito oba-oba por parte de Brasília e dos aliados do governo do Estado, as coisas não foram produzidas pela discrição que precisava", disse. O presidente do DEM informou que partido irá lutar no Senado para que a União recompense todos os estados que possam perder recursos de royalties. O Democratas também irá se opor à mudança do modelo de concessão para o de partilha.

 

Bornhausen: "TSE manda mensagem contra impunidade"

A mensagem emitida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra abuso da campanha antecipada realizada pelo presidente Lula e a ministra Dilma Rousseff, foi comemorada pelo líder do Democratas na Câmara, Paulo Bornhausen (SC). O líder também comemorou a decisão do ministro Joelson Dias, do TSE, divulgada ontem, que condenou o presidente Lula e a ministra Dilma por prática de propaganda eleitoral antecipada. O presidente e a ministra terão de pagar uma multa de R$ 5 mil. "Lula transgrediu enquanto pode para beneficiar sua candidata. Do nosso lado, o pré-candidato das oposições, governador José Serra, manteve-se íntegro em sua decisão de não afrontar a justiça, cumprindo os prazos legais para assumir a campanha pela Presidência da República", disse o líder. "Agora, com a divulgação da sentença do mui digno ministro Joelson Dias, nós brasileiros ganhamos significativo componente para definir que país queremos", completou.

 

Agripino: "DEM irá consertar emenda Ibsen"

O Democratas no Senado terá posições claras e contundentes nas discussões sobre o pré-sal. Na última terça-feira, 16, o presidente nacional do partido, deputado Rodrigo Maia (RJ) se reuniu com a bancada de senadores para definir a estratégia da oposição. O partido irá lutar para que a União recompense todos os estados que possam perder recursos de royalties. Por exemplo, se após a aprovação da lei, os repasses para o Rio de Janeiro diminuírem, o governo federal deverá recompensá-lo imediatamente, abrindo mão de seus próprios recursos advindos do petróleo. "O partido irá emendar a emenda de Ibsen", disse o senador José Agripino, em referência à emenda do deputado Ibsen Pinheiro (PMDB-RS), que impôs perdas a estados e municípios produtores. O DEM também irá lutar para que o a lei não seja votada com urgência, como quer o governo. A pressa exigida pela União tem provocado distorções na discussão da legislação e o Rio de Janeiro foi o principal prejudicado até agora.

 

 

 

"Democratas deu exemplo a outros partidos ao afastar mensaleiros"

O deputado José Carlos Aleluia (BA), vice-presidente nacional do Democratas, aplaudiu a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal que cassou o mandato do governador afastado e preso, José Roberto Arruda (sem partido) por infidelidade partidária, na última terça-feira, 16. "A decisão não poderia ser outra. O Tribunal Regional do Distrito Federal seguiu uma decisão histórica do Tribunal Superior Eleitoral, que havia sido confirmada pelo Supremo Tribunal Federal de que o mandato pertence ao partido. A fidelidade partidária foi preservada e o Democratas deu exemplo a outros partidos aos afastar mensaleiros", comemorou Aleluia. O deputado cobrou, no entanto, de outros tribunais regionais a mesma precisão e agilidade do TRE do Distrito Federal.

 

Leitura Dinâmica

Ranking da saúde: os efeitos da gestão - Deputado Guilherme Campos

Esquadra Flint - Cesar Maia, Folha de S. Paulo

« Voltar para o índice

Para retirar seu e-mail da lista clique aqui.

Você recebeu este e-mail porque foi registrado em http://www.democratasinforma.org.br para receber o boletim informativo do DEMOCRATAS.
Se esta newsletter for bloqueada, adicione contato@democratasinforma.org.br aos seus contatos. Vejas as edições anteriores.
Envie este boletim para um amigo. Filie-se ao partido.

© 2008-2017, DEMOCRATAS. Todos os direitos reservados.
#