Democratas: o Brasil em primeiro lugar

Prezada filiada,
Prezado filiado,

No próximo dia 10, os três partidos da Oposição - PSDB, PPS e Democratas - lançarão a candidatura do governador de São Paulo, José Serra, à Presidência da República.

É o País que nos chama. Um País com as instituições democráticas enfraquecidas e com a população sentindo o impacto do aumento absurdo e, cada vez mais crescente, do índice de violência e de criminalidade.

Um País onde o Estado se apropria de mais da metade dos recursos de todos os cidadãos e, apesar disso, é absolutamente ineficiente em áreas como a Saúde, a Educação e a Segurança Pública.

Um País que perdeu a segurança sobre o rumo democrático porque o presidente da República questiona diariamente os principais mandamentos da democracia, a começar pela liberdade de expressão.

Não podemos mais permitir que a população seja submetida a este governo aparelhado, movido pelo favorecimento e pelo populismo.

Um governo que passou por cima de todas as leis, todas as regras e todos os limites para usar dinheiro público a rodo em benefício da publicidade e da propaganda pessoal do presidente da República.

O momento histórico apela à nossa coragem, à nossa energia e à nossa inteligência. Precisamos mostrar ao país nossas propostas e a principal delas é resolver o drama do desemprego.

Só com um crescimento econômico sólido, com um país próspero, vamos criar oportunidades para todos, garantir a ascensão dos pobres e cumprir os princípios da democracia.

Vamos voltar a ter esperança!

Contando com o apoio de todos, despeço-me com um forte abraço.

 

 

Democratas ganha na Justiça ação contra campanha antecipada

O Democratas obteve na Justiça a primeira vitória em relação aos comícios realizados por Lula e Dilma. Ação movida pela oposição contra o presidente Lula e a ministra Dilma recebeu parecer favorável do Tribunal Superior Eleitoral que multou Lula em R$ 10 mil por propaganda eleitoral antecipada. A propaganda ocorreu em janeiro deste ano na inauguração do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de dados de São Paulo. Essa é a segunda multa que o presidente recebe por propaganda antecipada. Na semana passada, o TSE determinou a aplicação de multa de R$ 5.000 ao presidente Lula por propaganda eleitoral antecipada na inauguração de obras do PAC. O fato ocorre depois de algumas ações do Democratas mostrando aos ministros do Tribunal que o presidente Lula usa o cargo e todos os intrumentos do Estado para fazer a campanha eleitoral de forma ilegal, com o objetivo de beneficiar a candidata do PT.

 

Aleluia garante R$ 20 bi às micros, pequenas e médias empresas

O deputado José Carlos Aleluia (BA), conseguiu que fosse aprovada emenda de sua autoria que destina R$ 20 bilhões do BNDES para empréstimos às micros, pequenas e médias empresas. A emenda foi inserida na Medida Provisória (MP) 472/09, aprovada na noite dessa quarta-feira (24). O texto original da MP autorizava a União a ceder R$ 80 bilhões ao BNDES em títulos da dívida pública para o financiamento de projetos de longo prazo. Tendo em vista que atualmente quase 90% das operações do banco são voltadas às grandes empresas, inicialmente, Aleluia defendeu que 50% do montante fossem destinados às para micro, pequenas e médias empresas. No entanto, após dura negociação no plenário com a base governista, ficou acertado que será 25% do total, o que corresponde a R$ 20 bilhões. "As pequenas se não tiverem ajuda vão ter que ir ao banco comercial que cobram juros piores do que agiota. Colocar dinheiro na micro, pequena e média empresa é uma grande vitória do Democratas", comemorou.

 

Agripino tranca pauta em defesa do pequeno produtor rural

O líder do Democratas, senador José Agripino declarou que o partido não votaria nada no Senado até que o governo tomasse uma decisão definitiva em torno da renegociação das dívidas dos pequenos produtores rurais. "Queríamos uma proposta de renegociação das dívidas do crédito rural. O governo insistiu em não aprová-la, logo, obstruímos a pauta e só votaremos alguma coisa quando houver algo concreto, não expectativa, em prol do pequeno agricultor", disse. O senador defende três principais pontos referentes à renegociação: a suspensão imediata das execuções do pequeno produtor do Nordeste; o prazo de até 31 de dezembro para que as negociações com os agricultores sejam realizadas; e a anistia das dívidas no valor de até R$ 15 mil do pequeno produtor. "Esses profissionais não pagaram suas pendências porque são caloteiros, mas porque sua atividade não rendeu", defendeu o líder.

 

Leitura Dinâmica

Além das eleições - Paulo Bornhausen, Folha de S. Paulo

Fortalecer estados e municípios - Marco Maciel, Folha de S. Paulo

Desciminalizar as drogas - Cesar Maia, Folha de S. Paulo

« Voltar para o índice

Para retirar seu e-mail da lista clique aqui.

Você recebeu este e-mail porque foi registrado em http://www.democratasinforma.org.br para receber o boletim informativo do DEMOCRATAS.
Se esta newsletter for bloqueada, adicione contato@democratasinforma.org.br aos seus contatos. Vejas as edições anteriores.
Envie este boletim para um amigo. Filie-se ao partido.

© 2008-2017, DEMOCRATAS. Todos os direitos reservados.
#