DEMOCRATAS: CPMF NUNCA MAIS!

Prezado filiado,

Prezada filiada,

Os brasileiros terão de trabalhar até a sexta-feira da próxima semana, dia 28 de maio, apenas para pagar impostos federais, estaduais e municipais. No total, serão 148 dias de trabalho suado para honrar a maior carga tributária do planeta. Sim, é isso mesmo. É o mais elevado volume de tributos do mundo, uma vez que a gente paga sem receber quase nada de volta.

É duro ser contribuinte no Brasil. Aqui, o cidadão paga uma carga extorsiva sem a contrapartida dos serviços públicos de qualidade, como é regra nos demais países. Se nem na área de saúde o brasileiro pode contar com serviço público apresentável, que dirá na educação e na segurança pública.

Imposto, todo mundo paga, mas quem te defende? O Democratas. Sim, a defesa do contribuinte é nosso compromisso de honra com a população brasileira. Lideramos, de forma corajosa e desafiadora, a campanha que levou à extinção da CPMF. Além disso, reunimos a Comissão Executiva Nacional, órgão máximo de deliberação partidária, e aprovamos resolução determinando que nenhum parlamentar filiado ao Democratas poderá votar em favor do aumento de impostos.

Temos um profundo respeito por você que trabalha e que produz. E consideramos que a eventual redução de impostos no Brasil deverá ser usada no futuro governo como instrumento de política econômica para impulsionar o crescimento da economia. Na semana passada, inclusive, o pré-candidato à Presidência da República, José Serra (PSDB/Democratas/PPS) fez discurso nessa mesma linha.

Serra reconheceu que os impostos estão elevados demais e disse que vai avaliar sim a possibilidade de reduzir a carga abusiva. Dilma Rousseff, a candidata governista, veio na contramão e fez um discurso lamentável sobre o mesmo tema. Chegou ao cúmulo do equívoco ao defender a volta da CPMF como única forma de garantir melhores serviços de saúde.

Com todo o respeito, sou obrigado a dizer que a candidata governista mentiu. A CPMF foi recolhida a ao longo de 10 anos e a saúde do país, infelizmente, não melhorou no período. E todo o mundo sabe que a CPMF, um tributo perverso que onera, sem alterar a gradação, ricos e miseráveis, não faz falta alguma ao país. Mais: sua extinção beneficiou a toda a população.

Aliás, depois da extinção da CPMF, a arrecadação do Tesouro cresceu, suplantando substancialmente a perda com os 0,38% da aliquota sobre o valor da movimentação de valores, créditos e direitos de natureza financeira. É por essa e outras razãos que o Democratas está certo ao empunhar, em 2010, sua bandeira mais recente: CPMF nunca mais!

É isso, um forte abraço a todos e até a próxima semana.

 

« Voltar para o índice

Para retirar seu e-mail da lista clique aqui.

Você recebeu este e-mail porque foi registrado em http://www.democratasinforma.org.br para receber o boletim informativo do DEMOCRATAS.
Se esta newsletter for bloqueada, adicione contato@democratasinforma.org.br aos seus contatos. Vejas as edições anteriores.
Envie este boletim para um amigo. Filie-se ao partido.

© 2008-2017, DEMOCRATAS. Todos os direitos reservados.
#